Preciso fazer faculdade para ser programador?

A partir do momento em que decidimos que vamos nos tornar um Programador, algumas dúvidas pairam na nossa mente. Preciso saber inglês? Como começo sozinho? Hoje vamos conversar sobre outra dúvida muito comum, é preciso fazer faculdade para ser programador? Vamos listar abaixo alguns pontos vantajosos em se fazer um curso de graduação.

Conhecimentos específicos

Hoje em dia, qualquer pessoa pode aprender sozinho já que existem diversas plataformas de cursos em vídeo e livros digitais gratuitos.

Porém certos conhecimentos são muito melhores absorvidos durante a faculdade. Por exemplo, algumas disciplinas de estatística e matemática são bem mais difíceis de se absorver fora da sala de aula, pois quando estamos motivados em aprender programação, a última coisa que pensamos em estudar é Cálculo, por exemplo.

Ao encontro desse conhecimentos, existem diversas vagas que procuram profissionais. Hoje as carreiras de Big data, profissionais que utilizam os dados das empresas pra extrair informações e gerar estratégias estão em alta.

Salários e cargos maiores

É comum existir em empresas maiores, um conjunto de regras que define se você está apto para subir de cargo e ter um salário maior. Por exemplo, para subir de programador júnior para pleno, ter um diploma. Para subir de pleno para sênior ter um mestrado ou especialização.

Nessas empresas, certificados tendem a ser valorizadas também. Vale a pena sempre conversar nas entrevistas de emprego como funciona o plano de carreira da empresa em relação a certificados.

Mudança de país

Nos últimos anos muitos brasileiros têm deixado o país para morar em outros países (veja imagem abaixo). A área de tecnologia têm impulsionado esses números.

Fonte: g1.globo.com

É verdade que é possível conseguir um emprego em outros países sem um diploma acadêmico, mas ter feito um curso de graduação pode te ajudar muito nesse sentido. Existem muitas empresas na Europa, que só contratam profissionais com diploma.

 

 

 

 

Investimento

Para se fazer um curso superior é preciso de tempo e de dinheiro. Por mais que você estude em faculdades públicas vai precisar de dinheiro pro transporte, material, etc. Então uma das coisas a se pensar é se você está disposto a investir dinheiro e principalmente tempo num curso.

Se você já trabalha com programação há algum tempo, pode ser muito difícil se sentir motivado em cursos superiores. Não que os cursos não apresentem algo novo, mas geralmente o curso é um meio para o objetivo; trabalhar com programação. Se o objetivo já foi alcançado fica difícil se agarrar e motivar para continuar nos cursos. O melhor é continuar focado nas vantagens citadas acima.

Conclusões

Tudo depende dos seus objetivos de carreira. Existem vários programadores extraordinários com carreiras brilhantes sem ter se formado em curso algum, mas levando em conta que eles são exceções, vale a pena investir tempo numa graduação para ter mais uma carta na manga caso os objetivos mudem.