Como é trabalhar como programador?

Antes de falarmos sobre linguagens de programação, como começar a programar e o mercado de trabalho, vamos discutir um pouco sobre como é trabalhar como programador.

Quem são os programadores?

Toda vez que você vai ao banco para sacar algum valor, liga seu smartphone ou acessa algum vídeo no Youtube, você está interagindo com um Sistema de Computador, ou simplesmente com um programa. Um programa, nada mais é que uma série de comandos para um computador executar, e os programadores são os responsáveis por definir quais são esses comandos.

Por exemplo, você quer entrar na sua conta bancária por um aplicativo de celular, você vai ter que preencher alguns dados para efetuar o login e o programa irá executar os seguintes comandos:

  1. Procure alguma conta bancária com os dados que o usuário (você) informou.
  2. Caso encontre, mostre para o usuário uma nova tela do aplicativo.
  3. Caso não encontre, mostre um erro para o usuário.

Quem definiu esse fluxo de entrada no aplicativo foi um programador e ele também é responsável por todos os outros fluxos como o de saque, transferência, pagamentos… Com isso você já consegue imaginar que um programador trabalha sempre pensando em vários possíveis fluxos que um programa pode ter.

Nesse e em outros textos, vamos acabar simplificando o nome desse cargo mas existem outros nomes que podem representar a mesma função, como Desenvolvedor de Sistemas, Analista de Sistemas, Engenheiro de Software, etc. Assim como podemos imaginar que um programa pode ser chamado de Sistema, Software, ou até mesmo aplicativo, dependendo do contexto em que se está trabalhando.

Onde entram os códigos?

Se você já assistiu algum filme sobre hackers ou programadores como A Rede Social, você provavelmente já viu uma cena com alguém escrevendo códigos num computador. Pois bem, os comandos que citamos acima são escritos nesses códigos que a princípio parecem não fazer sentido, mas em outros textos falaremos mais profundamente sobre eles.

O que um programador precisa saber?

Pode parecer que um programar apenas trabalha criando códigos, mas na verdade, além da familiaridade com computadores, existem outras habilidades que é preciso ter para quem deseja trabalhar na área.

Como dissemos anteriormente, um aplicativo de celular tem muitos fluxos diferentes de interação, pense no whatsapp, você consegue mandar mensagens de texto, videos, fotos, trocar sua foto de perfil, gravar um áudio, buscar um texto numa conversa, entre muitas outras coisas. Para criar todas essas funcionalidades é preciso se reunir com vários outros programadores, cada um trabalhando (geralmente) em uma parte diferente do programa.

Além dos programadores provavelmente você vai interagir com pessoas de outras áreas, como Marketing ou Financeiro da empresa. Os pedidos de novas funcionalidades (features) do programa podem surgir dessas áreas, então muito mais que saber escrever códigos, você precisa cria-los de uma forma que eles façam exatamente o que foi pedido. Precisa também auxiliar essas áreas a entender porquê certas funcionalidades podem demorar meses pra ficar pronta. Ou seja, cada vez mais aquela figura do programador trabalhando sozinho no escuro vira uma lenda.

Voltando para a parte técnica, vamos entender que entre criar um aplicativo de celular e um site parecido com o Youtube temos que escrever códigos diferentes, usando tecnologias diferentes. Pensando no cenário onde não existiam smartphones, não tínhamos também essas tecnologias e ninguém escrevia código para elas. Ou seja, a tecnologia muda muito rápido e para se manter na carreira é preciso estudar constantemente para saber como escrever códigos para esses novos tipos de programa.

Em outros textos podemos discutir mais sobre como é o dia-a-dia de um programador, caso tenha ficado alguma dúvida ou queria entender mais sobre o assunto, entre em contato ou deixe um comentário no post. Até mais!